DECISÕES DECISIVAS

Pense durante alguns segundos no seu dia a dia. Pense no que acontece desde o momento em que se levanta de manhã até ao momento em que se deita e adormece. Pense naquilo que faz regularmente, nas palavras que diz, nas pessoas com quem convive, nos lugares que frequenta, no trabalho que executa, nos pensamentos que costuma ter. 

Certamente, se já se deu a si a oportunidade de pensar sobre o assunto, poderá aperceber-se que diariamente faz quase sempre a mesma coisa, diz quase sempre as mesmas palavras, convive quase sempre com as mesmas pessoas, frequenta quase sempre os mesmos lugares e pensa quase sempre os mesmos pensamentos e é assim que a sua vida se torna quase sempre a mesma coisa…

Isto acontece, porque há uma parte de si, a que vamos chamar de subconsciente, que gere e regula à volta de 95% da sua vida. É isso mesmo: 95% da sua vida está a ser vivida por si e muitas vezes sem você dar conta disso, pois essa gestão está a ser feita abaixo do nível da consciência, por isso se chama subconsciente. Ora essa parte de si SUBCONSCIENTE faz essa gestão através dos seus hábitos e rotinas que aprendeu no passado. Aprendeu observando o ambiente à sua volta, como familiares, amigos, ídolos, etc… e por meio das decisões que tomou, enquanto observava todos esses modelos.

Apenas 5% de si tem desejos e vontades conscientes. Isto pode até ser um pouco difícil de acreditar, mas se pensar a sério nisto irá ver que esta é a verdade.

Veja, por exemplo, o trajeto que faz diariamente de casa para o trabalho e do trabalho para casa. Nunca lhe aconteceu parecer que enquanto vai a conduzir ou mesmo a pé para o local do emprego, parece que entra em piloto automático e chega ao destino sem sequer se aperceber que já lá chegou, ou por onde é que passou? Ou então, certamente já teve aquelas alturas em que muda de casa e quando dá conta, inconscientemente, já está a fazer o caminho para a casa antiga! Isto acontece, porque o SUBCONSCIENTE foi educado através do hábito e este irá manter o hábito até que seja mudado.

A verdade é esta: OS SEUS RITUAIS CONSTROEM (OU DESTROEM) A SUA VIDA.

Tomar decisões também é um hábito. E a todo o momento, em tudo que acontece consigo, há 3 decisões que está constantemente a tomar. Mas, muitas vezes (95% das vezes), essas 3 decisões são tomadas pelo subconsciente, quer isto dizer que são feitas automaticamente.

As 3 decisões que estão sempre a ser tomadas, aconteça o que acontecer na sua vida, são muito simplesmente a resposta às seguintes questões:

  1. Em que é que eu me foco (concentro)?
  2. Qual é o significado/sentido disto?
  3. O que é que eu vou fazer?

Como eu defendo que a melhor teoria é uma boa prática, vamos dar um exemplo. Este exemplo pode ser um tanto ridículo, mas dá para ilustrar o meu raciocínio. Aqui vai: IMAGINE que tem um jantar de gala (ou um casamento) e após algum tempo de arranjo da roupa, cabelo e afins, finalmente sai de casa e dirige-se para o evento. No caminho, uma gaivota generosa, lá bem do alto, envia-lhe um presente com um cheiro duvidoso (se bem que não há dúvida alguma que cheira a bosta!), e o mesmo caí certeiro em cima do seu ombro esquerdo. Primeira reação: – Que M…. é esta? – e rapidamente descobre que é mesmo isso. Você tem um belo pedaço de bosta de gaivota pousada em cima do seu cuidadoso e aprimorado vestuário que tanta dedicação lhe dedicou ao longo de umas horas.

  1. Em que é que eu me foco? – Até ao momento, talvez o seu foco estava em como você estava entusiasmado(a) com o evento e como estava tão bem arranjado(a). A partir de agora, o seu foco estava na porcaria que descansa em cima do ombro.
  2. Qual é o significado/sentido disto?  – O significado de uma descarga de pomba em cima de si pode ser visto como algo que apenas aconteceu ou como algo mais. Muitas pessoas, aproveitam uma situação destas para se dizerem a si mesmas: – Sou mesmo azarado(a)! Tudo me acontece!; Enquanto que outras pessoas DECIDEM pensar: – Uau! Isto é sinal de sorte! Fantástico!
  3. O que é que eu vou fazer? – Esta decisão, na maioria dos casos, seria a de ir trocar de roupa ou limpar muito bem o presente da gaivota.

Este ridículo exemplo pode ser levado para qualquer situação da nossa vida. Em cada momento, você DECIDE aquilo em que se foca(concentra o seu pensamento); DECIDE o significado que a situação tem para si; e DECIDE o que vai fazer quanto a isso.

A realidade é que 95% das vezes, você tem uma reação automática em vez de tomar consciência e administrar como quer estas 3 decisões. É por esta razão que parece que a mesma coisa está sempre a acontecer na sua vida. Há um padrão que se repete. E a razão pela qual se repete é porque perante situações similares, você toma sempre as mesmas decisões.

APONTE ISTO: SE QUER MUDAR ALGUMA COISA NA SUA VIDA, aquilo que tem que fazer JÁ não é tentar controlar o que os outros pensam ou fazem, mas é sim estar consciente que você tem o poder de DECIDIR, em todas as situações da sua vida, o que vai pensar e como vai agir. E isto é tão válido para uma cagadela de pássaro, como para um evento traumático e grave.

EnglishPortuguese