A TROVOADA

Era uma vez uma menina chamada Maria. Tinha cabelos loiros, compridos e olhos muito azuis. Era uma menina muito inteligente, alegre, carinhosa e gentil , mas tinha um enorme medo de raios e trovões. Principalmente no inverno, sempre que ameaçava chover, a Maria ficava com muito medo.

Como era hábito, ela e os seus pais foram passar o fim-de-semana em casa dos avós. Ao chegar, a Maria correu a abraçar o Teco, o cãozinho dos avós e o seu grande amigo. Os dois correram pelo jardim, brincando muito até ao momento  em que ouviu-se um enorme trovão. Maria ficou tão assustada e cheia de medo que correu para o colo da avó com as lágrimas nos olhos. A avó abraçou-a e disse-lhe ao ouvido que tinha uma linda história para lhe contar.

– Queres ouvi-la? – perguntou a avó.

– Sim…quero avó, por favor. – disse a Maria.

A avó, então sentou-se à frente de um enorme vidro que as mantinha protegidas da chuva e contou-lhe a seguinte historia:

 –  Quando Deus criou o mundo, pensou em todos os pormenores. Não esqueceu absolutamente nada. Nadinha mesmo! As pessoas… as plantas… os animais… o sol… a lua… as nuvens no céu… os rios.. os mares….o medo… a alegria… o respeito…Em cada coisa que vês, cheiras, sentes, ou ouves estarás a ver a mão de Deus. Queres ver como funcionam algumas coisas?

– Quero, avó! Por favor conta-me tudo! – pediu Maria.

 – Vamos lá ver… – disse a avó olhando para céu. 

– Que tal falarmos sobre as nuvenzinhas? Olha só… Algumas estão branquinhas… as outras estão mais escuras… Sabes o que elas estão a fazer?

– Nem consigo imaginar o que elas estão a fazer! – respondeu a Maria.

– Estão à espera de uma ordem de Deus… e, então, começarão a despejar água sobre as plantinhas…Vamos ver o que vai acontecer?

Enquanto isso, ouviam-se muitos trovões e relâmpagos…

A Maria cheia de medo, tapava os olhos, os ouvidos  e abraçava-se cada vez com mais força à sua avó quando o barulho era maior e mais forte.

Calmamente a avó explicou:

 – Minha querida, não há o que ter medo. Deus deu a ordem e as nuvenzinhas apressaram-se a cumpri-la… Sabes, elas são milhares de nuvenzinhas e ficam muito felizes, quando Deus lhes pede para regarem todas as plantinhas do mundo… porque estão a fazer um bem muito grande a todas as  elas… e sabes o porquê deste barulho todo? é que muitas nuvenzinhas são ainda novinhas, assim como tu. E quando Deus lhes pede alguma coisa, todas a nuvens saem a correr apressadas e batem em tudo que estiver à sua frente. Nesta corrida elas batem nas mesas, cadeiras e em tudo quanto estiver à sua frente e quando os seus baldes cheios de água batem uns contra os outros, nós vemos os clarões que iluminam o céu.
Sabes… estas nuvenzinhas são um pouco ansiosas por serem muito jovens, mas cumprem a sua tarefa com muito amor e podes ver pelas plantinhas lá fora. Após elas serem regadas com a chuva, estarão muito mais verdes e bonitas.”

EnglishPortuguese